Dicas de Como Tratar o Medo

Superando o medo

É rara a pessoa que vive sem medo de um tipo ou outro . Você pode temer alturas, ou aranhas , ou novas situações, ou rejeição. Mas independente do seu tipo de medo, é possível limitá-los para que não prejudiquem seu crescimento e socialização. Você pode tratar o medo e enfrentá-lo de frente e não permitir que eles avancem em sua vida. A escolha é realmente sua.

O medo pode ser paralisante , literalmente , para algumas pessoas.

O medo nem sempre é uma coisa ruim. Existem, obviamente, algumas coisas das quais devemos ter medo e outras que devemos ter cuidado apropriado. Mas se os nossos medos nos controlam , ou nos impede de arriscar, estamos permitindo que esses medos nos definam, nos limitem apenas as ações que consideramos suficientemente seguras e, como resultado, muitos de nós nunca atingem o seu potencial ou acabam desconhecendo as riquezas que a vida pode oferecer.

– Entenda que todo mundo tem medo de alguma coisa: as pessoas podem não temer as mesmas coisas que você teme, mas todo mundo teme algo, e compreender isso pode ajudá-lo a não se sentir isolado em seu medo. Você não está sozinho , e o fato de que você está com medo de algo não faz de você uma pessoa fraca .

Tente isto: encontre alguém para conversar sobre seus medos , você pode achar alguém que enfrentou os mesmos medos que você, e descobriu um caminho para enfretá-lo que pode ajudá-lo a superar o seu medo.

– Você não tem que superar seu medo de uma vez: Se você tem medo de falar em público , por exemplo, você não vai querer enfrentar seu medo falando na frente de milhares de pessoas. Comece falando para uma ou duas pessoas e vá aumentando gradualmente.

Tente isto: escrever algo que você tem medo, algum receio que você queira superar e faça uma lista de três pequenos passos que você acha que possa fazer para começar a enfrentar o seu medo. Escolha um deles e realize.

–  Aproxime-se de seus medos como oportunidades de crescimento: você realmente não quero ter medo , não é? Se você acredita que sua vida poderia ser melhor se você não estivesse com medo dessa coisa. Se você olhar para além do medo e para os benefícios de superar o medo , você vai ver um mundo diferente e que vale a pena correr o risco de enfrentar o medo.
Dedique alguns minutos e faça uma lista dos prós e contras de lidar com a coisa que te amedronta:

Quais são os benefícios potenciais de superar esse medo ?
Como seria sua vida se você não tivesse esse medo?
Como este medo limita sua vida ?
O que você tem a perder, com este medo ?

Se você pode avaliar objetivamente as vantagens de se livrar desse medo, então você pode ver os benefícios de se livrar dele como uma oportunidade de crescimento. O ditado , “quem não arrisca, não petisca “, e todas as suas várias permutações (por exemplo , “sem coragem, sem glória ” ) baseiam-se no princípio testado ao longo dos anos que as pessoas não podem crescer se não se permitirem arriscar. Você sabe que isso é verdade no reino físico , um músculo que não é usado regularmente , eventualmente, atrofia e torna-se inútil e não é menos verdadeiro em outras áreas de nossas vidas.

Tente isto: escreva um parágrafo ou dois sobre como sua vida será diferente quando você superar esse medo, e por que os potenciais benefícios valem o risco.

– Tenha cuidado como você fala o que você teme: as vezes estamos com medo do que nós imaginamos que poderia acontecer se saíssemos da nossa zona de conforto. É muito fácil de se convencer de que suas razões para ter medo são todas válidas . Um sábio uma vez disse: ” Mais importante do que o que acontece conosco é como falamos para nós mesmos sobre o que nos acontece. ” Isso é tão verdadeiro que podemos imaginar todos os tipos de coisas negativas quando contemplamos algo que nos amedronta, mas isso não faz dele uma coisa real.

É perfeitamente natural ter medo do desconhecido. Você não sabe o que pode acontecer se você fizer aquele telefonema para a pessoa que te intimida , ou você não tem certeza de como o patrão pode reagir se você realmente falar o que pensa . Por que não ir em frente e fazer uma lista dos possíveis resultados ? O que você realmente tem a perder se você assumir o risco ? Vendo essa lista no papel pode ajudar você a ver que alguns desses medos são irracionais. Não se esqueça de incluir na sua lista as possibilidades de que as coisas possam ter resultados positivos.

Tente isto: em vez de convencer a si mesmo a acreditar no pior sobre algo que você teme, tente imaginar o melhor .

– A falha não é necessariamente o fim do mundo: se há um medo que é comum a quase todos nós , é o medo do fracasso. Embora existam algumas situações em que o fracasso é potencialmente devastador , ou talvez até mesmo um risco de vida , na maioria das vezes não é. No entanto, o medo do fracasso nos priva de experiências e oportunidades que possam enriquecer as nossas vidas .

Se você tem uma ideia e não tanta realizá-la por medo do fracasso , você acaba dando a alguém a chance de experimentá-la. Nossas falhas podem ser becos sem saída ou experiências de aprendizagem que podem levar -nos a experimentar outros caminhos para o sucesso, dependendo da forma como lidamos com elas.

Então, do que você tem medo ?

Como Tratar o Medo 1

Como Tratar o Medo 2

Como Tratar o Medo 3

Como Tratar o Medo 4





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *