Como Escolher o Melhor Vinho

Dicas de como escolher o melhor vinho

Então, você está querendo comprar uma garrafa de vinho para levar a casa de um amigo para um jantar e não tem ideia do que comprar ou por onde começar.

O mundo do vinho pode ser um lugar complexo e intimidante para iniciantes, mas não se preocupe: nós temos dicas de como você deve proceder para escolher o melhor vinho, que vai transformá-lo de amador a novato qualificado.

Comida x vinho

Ao harmonizar vinhos com comida, você precisa de algumas das regras de combinação simples, para fazer a escolha correta.

A coisa mais importante a lembrar é de combinar vinhos leves com alimentos leves, como peixe, frango e molhos cremosos, e combinar vinhos encorpados com alimentos mais ousados, como a carne, e molhos para massas à base de tomate.

Tradicionalmente, esta regra foi simplificada: os vinhos brancos com peixe e frango e alguma carne de porco, e os vermelhos com carne. Essa é uma regra de ouro a ser seguida pelos iniciantes, mas com um pouco de experiência, você vai poder escolher alguns agradáveis vinhos vermelhos de corpo leve, que combinam muito bem com peixes e frango, por exemplo.

Se alimentos picantes estão no menu, prefira um vinho doce, como um Sauvignon Blanc, Riesling ou Pinot Grigio. Se você quer um vinho apenas para beber, Pinot Noir e Cabernets tendem a ser mais acessível. Por fim, se é um branco que você quer degustar, opte por um Sauvignon Blanc ou um Riesling.

Para dias de colar é melhor optar por espumantes ou vinhos brancos, que são mais leves e refrescantes. Já para os dias de frio, os tintos combinam melhor.

A temperatura ideal também é importante na hora de degustar o vinho. Os vinhos brancos devem ser servidor com temperaturas entre 10° C e 14°C. Já os espumantes, de 6° C a 8°C. Roses, de 12°C a 14 e tintos jovens, de 15°C a 16°C. E os tintos mais encorpados, de 16°C a 18°C.

Escolha uma região

As condições do solo afetam significativamente o sabor das uvas, saber qual o país de origem do vinho é fundamental para saber qual o seu sabor. Isso significa que um vinho branco francês pode ser radicalmente diferente de um vinho branco Sul-Africano, por exemplo.

Se você esta indeciso em escolher um vinho do mundo velho ou do mundo novo, escolha um que seja de um país que produz vinhos a muitos anos como Itália, França e Alemanha.

Isso, é claro, não quer dizer que os vinhos da América do Sul ou da África não são bons. Eles podem ser uma excelente opção dependendo da ocasião.

Glossário rápido:

Cabernet Sauvignon é um vinho vermelho, rico que combina bem com alimentos mais pesados, tais como carnes vermelhas, caça e molhos para massas à base de tomate;
Pinot Noir é geralmente mais suave do que Cabernets, com características semelhantes;
Merlot é um dos tintos mais leves, e é muito popular;
Zinfandel é um vermelho forte que é uma especialidade da Califórnia;
Syrah é vinho vermelho, e os melhores são o francês e o australiano;
Chardonnay é um branco elegante com um agradável sabor amanteigado, e combina bem com frango e massas com molhos cremosos;
Sauvignon Blanc é um branco fresco, ótimo para saborear em dias de verão e combinam bem com peixes;
Riesling é um doce branco – os alemães são os melhores, mas os californianos também são bons.

Não espere que todos os vinhos sejam feitos a partir de uma única variedade de uva. Não é raro encontrar, por exemplo, a combinação Cabernet-Merlot.

Escolha um ano

Ao contrário da crença popular, a idade não é tudo quando se trata de escolher um vinho. Enquanto algumas garrafas melhoram com a idade, nem todos o fazem. Na verdade, a maioria dos vinhos disponíveis no mercado até podem não seguir saborosos se forem guardados por muito tempo em sua adega.

Quando alguém fala sobre vinho vintage, significa apenas o ano em que o vinho foi produzido. As condições climáticas afetam as qualidades das uvas e produção em diferentes graus. Como resultado, alguns vintages são melhores que outros.

A maioria dos vinhos tintos melhoram com o envelhecimento. No entanto, isso não significa que você deve comprar hoje uma garrafa de vinho para tomá-la em 2018. Normalmente, as vinícolas não liberam sua produção até que as garrafas de vinho tenham pelo menos dois anos.

Por outro lado, a maioria dos brancos e dos vinhos espumantes não precisam de envelhecimento. Eles estão prontos para beber de imediato.

Como Escolher o Melhor Vinho 1

Como Escolher o Melhor Vinho 2 Como Escolher o Melhor Vinho 3 Como Escolher o Melhor Vinho 4





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *